Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Idoso ganha liberdade mesmo acusado de ter estuprado a própria neta - Difusora FM 99.5

Fale conosco via Whatsapp: +55 67 9 9249-9001

No comando: Coração Sertanejo – Apresentação Henrique Ferian

Das 05:00 às 06:30

No comando: Difusora Noticiais – Valdecir Cremon

Das 07:00 às 08:00

No comando: O o o de Casa – Apresentação Nando Batista

Das 08:00 às 11:00

No comando: Tribuna Livre – Jornalista Valdecir Cremon

Das 11:00 às 12:00

No comando: Gospel

Das 12:00 às 13:00

No comando: Difusora Show – Apresentação Tereza Lima

Das 13:00 às 16:00

No comando: Vai de Carona – Apresentação Henrique Ferian

Das 16:00 às 18:00

No comando: Mix Difusora – Playlist Musical

Das 18:00 às 20:00

Idoso ganha liberdade mesmo acusado de ter estuprado a própria neta

Na última terça-feira (28), idoso de 79 anos ganhou liberdade, mesmo acusado de ter estuprado a própria neta, na época com 12 anos.

O crime aconteceu em 2013 em Jateí, a 260 quilômetros de Campo Grande, e idoso teve a prisão decretada em 2016, mas foi preso só em 26 de julho de 2020.

Segundo os detalhes da denúncia do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), o idoso teria estuprado a neta várias vezes, entre setembro e dezembro de 2013.

Na ocasião, ele aproveitava quando a menina estava dormindo e ia ao quarto dela, onde aconteciam os abusos.

Após a denúncia, em 2015, foi feito pedido de prisão preventiva, expedido em maio de 2016.

Mesmo assim, o idoso permaneceu 4 anos foragido e só foi localizado e detido em 26 de julho de 2020.

Então, dois dias depois o juiz decidiu por extinguir o mandado de prisão e soltar o réu.

Assim, a decisão também passou a valer como alvará de soltura.

A alegação é de que o réu tem endereço fixo, mas para o Ministério Público, a prisão é essencial.

Em manifestação, o MPMS pontua que só o fato de ter permanecido tantos anos foragido, já indica o perigo que há em se manter o idoso em liberdade.

Com isso, o MPMS afirma que há necessidade de manter o réu em prisão, para garantir a instrução processual e aplicação da lei penal.

Agora o caso deve ser novamente analisado pelo juiz, além da defesa do réu que deve se manifestar.

idoso ganha liberdade, mesmo acusado de ter estuprado a própria neta (Foto: imagem reprodução)

 

Deixe seu comentário: